No Sudeste do Estado, três pessoas são presas por furto qualificado, corrupção de menores, tráfico de drogas e organização criminosa

Três pessoas, sendo duas mulheres de 20 e 26 anos e um homem de 19 anos, investigadas pelos crimes de furto qualificado, corrupção de menores e associação criminosa e tráfico de drogas, foram presas nesta segunda-feira, 3, pela Polícia Civil, na cidade de Taguatinga.

A ação policial, realizada pelas equipes da 103ª Delegacia de Polícia de Taguatinga com o apoio da equipe que atua na Operação Hórus, se deu em cumprimento a três mandados de prisão preventiva em desfavor dos três indivíduos.

Após a prisão e adoção das medidas legais cabíveis, os investigados foram levados para unidades prisionais de Talismã e Taguatinga, onde permanecem à disposição do Poder Judiciário.

Organização Criminosa
O delegado Lucas Rodrigues, titular da 103ª DP de Taguatinga, explica que os integrantes do grupo criminoso se associaram previamente e, utilizando de um menor de idade, furtaram uma motocicleta Honda/Bros, ainda sem emplacamento, fato ocorrido no município de Taguatinga, no mês de abril deste ano. O veículo foi levado para a casa de um outro integrante do grupo, no município de Ponte Alta do Bom Jesus, já com o intuito de inviabilizar os trabalhos policiais.

De Ponte Alta do Bom Jesus, outros dois integrantes do grupo levaram o veículo até o município de Barreiras (BA). As investigações apontaram que, em Barreiras, os dois indivíduos fizeram a troca da motocicleta pela quantia de R$ 700,00 e algumas porções de cocaína e maconha, que foram transportadas para o Tocantins.

“Os elementos de informação produzidos durante o inquérito policial demonstram a organização que os investigados adotaram na prática do crime, com a divisão clara de tarefas que cada um iria desempenhar, o que mostra a existência de uma estrutura muito bem organizada”, destaca o delegado Lucas Rodrigues.

O fato de utilizarem um menor de idade para cometer o crime, chamou a atenção da autoridade policial. “A utilização de um menor para a prática de furtos, cujos objetos eram trocados por drogas, denota a periculosidade dos indivíduos, que na intenção de se verem livres de responsabilização, se utilizam de pessoas inimputáveis, o que configura, na hipótese, corrupção de menores”, ressalta.

As investigações prosseguem com o objetivo de identificar outros envolvidos na organização criminosa e, especialmente, a localização da motocicleta subtraída.

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anuncie aqui, clique aqui para entrar em contato.

Porto Mídia - PodCast

Publicidade

ba92e667-1bff-4238-b3e6-567f74f9dc2d
doe-sangue-salve-vidas-696x457
WhatsApp Image 2024-04-23 at 13.09.24
ba92e667-1bff-4238-b3e6-567f74f9dc2d
WhatsApp Image 2024-05-09 at 10.38.34

Anuncie aqui,
clique aqui para entrar em contato.

Já conhece nosso podcast?