Após intenso trabalho de investigação, homem suspeito de praticar crime bárbaro em Filadélfia é preso pela Polícia Civil no Pará

A Polícia Civil do Tocantins (PC-TO), por meio de uma ação conjunta realizada nesta quinta-feira, 9, pelas equipes da 34ª Delegacia de Filadélfia e da 2ª Divisão de Repressão a Narcóticos (2ª DENARC), prendeu, no Estado do Pará, um homem de 36 anos que é suspeito de praticar um crime de latrocínio em 2009, em Filadélfia.

Comandada pelo delegado José Anchieta de Menezes Filho, a ação ocorreu quando agentes das duas unidades policiais, com apoio da Superintendência da Polícia Civil de Marabá, localizaram o paradeiro do indivíduo, que estava na Vila Capistrano de Abreu, distante cerca de 160 km de Marabá. “Após um intenso trabalho investigativo, conseguimos localizar o paradeiro desse indivíduo, que passou cerca de 14 anos fugindo pelo crime de latrocínio cometido em Filadélfia”, explicou o delegado.

Após a localização, os policiais civis tocantinenses, com apoio de agentes da PC do Pará, deram cumprimento ao mandado de prisão em desfavor do suspeito que foi então recolhido à Unidade Penal de Marabá, onde aguardará manifestação da Justiça do Tocantins.

Crime bárbaro  

As investigações da Polícia Civil apontaram que na noite de 28 de junho de 2009, o autor, que trabalhava em uma fazenda na zona rural de Filadélfia e tinha 23 anos, foi até o Distrito de Bielândia para assistir a um jogo de futebol. Ele foi em uma motocicleta junto com a vítima, que tinha apenas 19 anos. Após o término do primeiro tempo da partida, o autor disse que tinha esquecido sua carteira na fazenda e pediu que a vítima o levasse para pegar.

Emboscada

Acreditando que estava levando o colega para pegar a carteira, a vítima foi até a residência da fazenda. Porém, o autor, que já estava com tudo premeditado, ao chegar ao local desceu da garupa da moto, deu uma volta ao redor da residência e voltou rapidamente com um machado em mãos, surpreendendo a vítima, que ainda estava na motocicleta. O autor desferiu um violento golpe na cabeça da vítima, que sofreu um profundo corte e acabou indo a óbito quase que instantaneamente.

Fuga

Após matar a vítima, o autor subtraiu a motocicleta e empreendeu fuga com destino ao Estado do Maranhão. “Na época dos fatos, esse homicida ainda foi perseguido, mas conseguiu fugir dos cercos policiais que foram montados para a sua captura”, frisou o delegado Anchieta.

Para a autoridade policial, a prisão do investigado é de grande importância, visto que o crime praticado foi de extrema gravidade. “Mesmo após todos esses anos, a Polícia Civil nunca parou de investigar esse caso e também de buscar pistas que pudessem levar a captura desse indivíduo. E hoje, esse trabalho árduo foi recompensado, pois foi possível capturar o homem e dar uma satisfação para a sociedade e, sobretudo, para a família da vítima, que ansiava pela prisão do autor e também acreditou no trabalho da Polícia Civil”, afirmou.

Reconhecimento 

O delegado Anchieta também fez um agradecimento especial aos agentes Railton Oliveira, da 34ª DP, e Aglimar Guedes, da 2ª DENARC, pela abnegação e empenho na captura do suspeito. “Esses dois policiais passaram incontáveis horas na tentativa de encontrar o suspeito já no do Pará e, com a ajuda da Polícia Civil do estado vizinho, conseguiram fazer a prisão em um local de difícil acesso a quase 200 km de Marabá”, ressaltou o delegado.

A prisão faz parte da operação Hórus, do Governo Federal, por meio do Ministério da Justiça, e está sendo realizada em todas as cidades do Tocantins e que fazem divisas com outros Estados da federação. A operação tem o objetivo de capturar foragidos da justiça, apreender drogas, armas de fogo e coibir o roubo de carga.

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Anuncie aqui, clique aqui para entrar em contato.

Veja também

Porto Mídia - PodCast

Publicidade

WhatsApp Image 2024-06-21 at 17.25.31
doe-sangue-salve-vidas-696x457
WhatsApp Image 2024-06-21 at 22.35.20
ba92e667-1bff-4238-b3e6-567f74f9dc2d
card_luzimangues_e_portoreal

Anuncie aqui,
clique aqui para entrar em contato.

Já conhece nosso podcast?