Moradores de Crixás e Divinópolis recebem troca de lâmpadas por Led e orientações sobre desconto na conta de energia

Nos dias 27 a 29 de setembro, os caminhões do projeto Nossa Energia estarão nos municípios de Crixás do Tocantins e Divinópolis com troca de lâmpadas por LED, atividades lúdicas e conscientização sobre o uso de energia elétrica de forma eficiente. Além disso, os moradores receberão informações sobre o programa Tarifa Social, que concede acesso a descontos de até 65% nas contas de luz.

 

“Uma das atividades de nossas equipes é orientar as famílias inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais – CadÚnico sobre a importância de manter esse cadastro atualizado para que possam receber o benefício do Tarifa Social, explica o analista de eficiência energética, Domingos Junior. 

 

Em Crixás, as ações do projeto serão na Praça 8 de Março. Já em Divinópolis, os moradores poderão encontrar o caminhão estacionado no Centro de Convenções João Ribeiro. O projeto Nossa Energia faz parte do Programa de Eficiência Energética (PEE) da Energisa e conta, ainda, com troca de lâmpadas fluorescentes e incandescentes por LED. Nas duas cidades, haverá uma sessão de cinema gratuita no dia 28 de outubro, a partir de 19h.

 

Tarifa Social

 

Atualmente, o programa atende cerca de 160 mil famílias tocantinenses, mas o estado conta com mais de 85 mil famílias que poderiam receber o benefício e não desfrutam desse direito. Para identificar esse público, a Energisa Tocantins faz um cruzamento de dados, em parceria com o Ministério de Desenvolvimento Social e realiza o cadastro automático dessas famílias.

“Desde o início do ano, a Energisa realiza o cadastro automático, agilizando a inclusão dos consumidores no programa.  Por isso, é importante que o cliente observe a fatura de energia para identificar se já tem o benefício cadastrado. Nesse caso, no campo Classe/Subclasse da fatura estará escrito: Residencial/Baixa Renda”, explica a coordenadora de leitura da Energisa, Andréa Albernaz.

 

Para ter acesso aos descontos, as famílias precisam atender a alguns requisitos, como: ter renda familiar mensal por pessoa menor ou igual a meio salário-mínimo nacional; idosos (acima de 65 anos) ou pessoas com deficiência, que recebam o Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social – BPC; ou portador de doença ou deficiência cujo tratamento, procedimento médico ou terapêutico requeira o uso continuado de equipamentos que demandem do consumo de energia elétrica.

Os abatimentos são proporcionais ao consumo de energia elétrica. Quanto menor o consumo, maior o desconto:

 

  • Consumo de 0 a 30 kWh mensais: desconto de 65%;
  • Consumo de 31 a 100 kWh mensais: desconto de 40%;
  • Consumo de 101 a 220 kWh mensais: desconto de 10%;
  • A partir de 221 kWh, o cliente não recebe o desconto.

 

Para os clientes quilombolas e indígenas, o cálculo é diferente: 

 

  • Consumo de 0 a 50 kWh mensais: desconto de 100%;
  • Consumo de 51 a 100 kWh mensais: desconto de 40%;
  • Consumo de 101 a 220 kWh mensais: desconto de 10%;
  • A partir de 221 kWh, o cliente não recebe o desconto.

 

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Anuncie aqui, clique aqui para entrar em contato.

Veja também

Porto Mídia - PodCast

Publicidade

WhatsApp Image 2024-06-21 at 17.25.31
doe-sangue-salve-vidas-696x457
WhatsApp Image 2024-06-21 at 22.35.20
ba92e667-1bff-4238-b3e6-567f74f9dc2d
card_luzimangues_e_portoreal

Anuncie aqui,
clique aqui para entrar em contato.

Já conhece nosso podcast?