Operação Paz: Em Porto Nacional, Polícia Civil prende homem condenado a 12 anos de prisão por abusar sexualmente da própria sobrinha

Nas primeiras horas da manhã desta sexta-feira, 8, policiais civis da 7ª Divisão de Combate ao Crime Organizado (DEIC – Porto Nacional), durante diligências da Operação Paz, deram cumprimento a mandado de prisão expedido pela 2ª Vara Criminal de Porto Nacional contra um indivíduo de 34 anos, condenado a 12 anos de reclusão pela prática de estupro de vulnerável.

Conforme explica a delegada Fernanda Siqueira, a vítima é sobrinha do condenado, sendo que os fatos ocorreram no início de 2022, em Porto Nacional, quando a criança tinha apenas 4 anos de idade. “Tão logo os fatos chegaram ao conhecimento das equipes da 8ª Delegacia de Atendimento a Mulher e Vulneráveis de Porto Nacional, iniciamos o trabalho investigativo e conseguimos colher robustos indícios da prática do crime sexual, fatos corroborados por exames periciais, sobretudo a avaliação psicossocial da vítima”, disse a delegada.

Com base nas investigações da unidade especializada, o indivíduo foi denunciado, julgado e condenado a uma pena de 12 anos de prisão por estupro de vulnerável. Sendo assim, na manhã des hoje, ele foi encontrado pelos policiais civis da 7ª DEIC, momento em que foi conduzido até a sede da 11ª Central de Atendimento da Polícia Civil, em Porto, e após o cumprimento da ordem judicial, recolhido à Unidade Penal Regional local, onde deverá dar início ao cumprimento da pena a qual foi condenado.

Ação penal
Além da condenação já imposta, o mesmo indivíduo é acusado por outro crime praticado contra uma outra sobrinha, nos anos de 2013 a 2019. “Esse caso também já foi devidamente investigado pela Polícia Civil, o inquérito já foi concluído e remetido ao Poder Judiciário, sendo que o Ministério Público ofereceu a denúncia, e está concluso aguardando a sentença“ disse a autoridade policial.

Abuso sexual
Contra o indivíduo também existe um inquérito policial em desfavor do mesmo homem pelo crime de estupro de vulnerável praticado contra uma vizinha, também em Porto Nacional, que a época dos fatos, tinha 10 anos de idade. “Com a prisão do condenado, nós agora adotaremos os procedimentos necessários para que ele seja ouvido em mais esse caso, a fim de que possamos concluir esse inquérito que também será enviado para a Justiça” , pontuou a delegada.

A delegada Fernanda ressalta que a prisão desse indivíduo é de grande importância, uma vez que o ele se aproveitava da proximidade e da tenra idade das vítimas para a prática dos delitos.

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anuncie aqui, clique aqui para entrar em contato.

Porto Mídia - PodCast

Publicidade

ba92e667-1bff-4238-b3e6-567f74f9dc2d
doe-sangue-salve-vidas-696x457
WhatsApp Image 2024-04-23 at 13.09.24
ba92e667-1bff-4238-b3e6-567f74f9dc2d
WhatsApp Image 2024-05-09 at 10.38.34

Anuncie aqui,
clique aqui para entrar em contato.

Já conhece nosso podcast?