PMs suspeitos de matar músico são presos; MPTO obtém, na Justiça, afastamento das funções e entrega das armas

Três policiais militares suspeitos de assassinar o músico Joan Braga dos Reis foram presos nesta sexta-feira, 1, em Guaraí. O Ministério Público do Tocantins (MPTO), além de se manifestar a favor das prisões e dos mandados de busca e apreensão feitos pela Polícia Civil, obteve ainda, na Justiça, o afastamento dos supostos envolvidos das suas funções e a entrega das armas.

Segundo as investigações, a vítima, após um incidente, foi “entregue”, algemada, por um policial militar aposentado aos três suspeitos. Testemunhas confirmaram à polícia que Joan entrou na viatura.

O corpo dele foi encontrado cinco dias após o desaparecimento, às margens de uma rodovia. O sistema de monitoramento da viatura policial e câmeras de segurança do sistema público da cidade mostraram que o carro em que os PMs estavam fez o exato percurso até o local onde o corpo de Joan foi achado.

O MPTO aponta, nos autos, que o cidadão deveria ter sido encaminhado à Delegacia de Polícia, logo após ter entrado na viatura – o que não ocorreu.

Os suspeitos disseram que deixaram a vítima em um bairro da cidade, o que não foi comprovado na investigação.

A atuação é da 1ª Promotoria de Justiça de Guaraí.

Por: João Pedrini/MPTO
WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anuncie aqui, clique aqui para entrar em contato.

Veja também

Porto Mídia - PodCast

Publicidade

webbanner-IPTU2024_PortoNacional_-300-x-300-pix
doe-sangue-salve-vidas-696x457
ba92e667-1bff-4238-b3e6-567f74f9dc2d
Brasao_Prefeitura_PNG

Anuncie aqui,
clique aqui para entrar em contato.

Já conhece nosso podcast?