Espiritualidade no ambiente de trabalho: empresas integram na política de diversidade

Organizações que criam ambiente propício para a prática de demonstração da fé vêem melhoria no clima organizacional e na promoção da saúde mental

 

A vivência da espiritualidade faz parte do cotidiano das pessoas e empresas que priorizam o clima organizacional e as necessidades dos colaboradores também se dedicam a proporcionar momentos para que eles cuidem deste aspecto da vida. No Tocantins, o Sabin Diagnóstico e Saúde oferece ao seu pessoal a oportunidade de participar de um encontro semanal chamado Momento com Deus, um culto ecumênico.

Para a diretora administrativa e de Pessoas do Grupo Sabin, Marly Vidal, apoiar as diferentes práticas religiosas dos colaboradores não apenas contribui para a inclusão, mas também desempenha um papel significativo no fortalecimento do clima organizacional e na promoção da saúde mental.

“Os colaboradores se sentem valorizados, respeitados e aceitos. Além disso, a manifestação da sua espiritualidade sem discriminação também é uma fonte de apoio emocional, conexão com os colegas e estratégia de enfrentamento para lidar com os desafios diários”, afirma a executiva.

É o caso do assistente administrativo do Sabin, Girlei de Oliveira, que viu sua vida mudar quando conheceu o Momento com Deus. “Ter a oportunidade de participar desse momento melhorou a minha vida em todos os sentidos – pessoal, espiritual, financeira e na minha família. A força e o conhecimento da palavra de Deus vieram para preencher um vazio interno, me encher de esperança e alegria”, reflete.

Vivian Accorsi, assistente do Conselho de Administração do Sabin, que está há 16 anos na empresa, compartilha do mesmo sentimento. “É um lugar onde podemos buscar apoio, não somente de Deus, mas dos colegas que também participam. Especialmente para mim, hoje é o momento que eu tenho para ouvir uma palavra e partilhar desses ensinamentos. Sentir este acolhimento e saber que ali temos um espaço de amor, respeito e compaixão faz muito bem”, declara.

Segundo a psicóloga Sabrina Tardin Abreu, o apoio ao exercício da fé dentro de uma empresa pode desempenhar um papel fundamental no bem-estar dos profissionais de várias maneiras.

“Quando as pessoas se sentem cuidadas em sua totalidade, incluindo suas crenças religiosas, sua saúde mental tende a se beneficiar. Permitir que elas pratiquem sua fé no local de trabalho, seja por meio de momentos de oração, meditação ou reflexão, pode ajudar a reduzir o estresse, ansiedade e sentimentos de isolamento”.

A especialista pontua alguns valores que favorecem a saúde mental. “A disseminação de mensagens que reforcem sentimentos de esperança, resiliência e otimismo ajudam as pessoas a enfrentarem desafios com uma atitude positiva”.

A psicóloga destaca, ainda, que a prática da fé em grupo pode fornecer um importante sistema de apoio social, um ambiente de respeito mútuo e de pertencimento.

Fonte: Kiw Assessoria de Comunicação

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anuncie aqui, clique aqui para entrar em contato.

Veja também

Porto Mídia - PodCast

Publicidade

webbanner-IPTU2024_PortoNacional_-300-x-300-pix
doe-sangue-salve-vidas-696x457
ba92e667-1bff-4238-b3e6-567f74f9dc2d
Brasao_Prefeitura_PNG

Anuncie aqui,
clique aqui para entrar em contato.

Já conhece nosso podcast?