Governo do Tocantins investe em segurança pública com ações efetivas em todo o Estado

O Governo do Tocantins, por meio da Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP/TO), desenvolveu, neste primeiro semestre de 2023, diversas ações que possibilitaram o fortalecimento da segurança nos municípios tocantinenses e uma resposta efetiva ao crime organizado. Prisões, mais de 100 operações policiais, investimentos em treinamento, utilização de tecnologia para combate a crimes e fortalecimento de parcerias com a comunidade estão entre as ações.

O secretário de Estado da Segurança Pública, Wlademir Mota Oliveira, reforça que investir em segurança é preservar os direitos humanos e que todos os servidores da pasta trabalham incansavelmente para oferecer o melhor, com agilidade e eficiência.

“Seguindo as diretrizes da Gestão Estadual, temos buscado investir em segurança de forma integrada, com vistas a prevenir e reprimir a criminalidade. Para este próximo semestre, vamos continuar no mesmo ritmo de trabalho, atuando diuturnamente para desestimular a prática de delitos, interromper a escalada da criminalidade e criar um ambiente seguro aos cidadãos”, afirma o secretário.

Operações e prisões

Nas diversas frentes de atuação da Polícia Civil do Tocantins (PC-TO), dá-se destaque à prisão de membros de facções e ao desmantelo de organizações criminosas. Fruto desse trabalho incansável foi a prisão de um homem de 30 anos conhecido no mundo do crime como Dad Charada. A prisão ocorreu no início de julho e só foi possível graças ao trabalho conjunto dos investigadores das unidades especializadas e do serviço de inteligência da SSP-TO e da PC-TO, ao longo dos primeiros seis meses.

Ele é suspeito de ser um dos principais articuladores dos homicídios que vinham ocorrendo na Capital e tinha o objetivo de matar 100 rivais até o final do ano. A prisão, que ocorreu dentro da operação Gotham City, foi possível graças ao fortalecimento das delegacias especializadas e do importante trabalho dos serviços de inteligência da SSP/TO.

Outras operações de destaque foram as duas fases da Broken Windows; a Orange Couch; a Fauda; e a Pertinácia, que resultaram na prisão de mais de 40 pessoas e na apreensão de armas e drogas. Apenas na operação Fauda, foram retirados de circulação mais de 90 kg de crack e 25 kg de maconha.

No último mês de junho, divisões especializadas que compõem a Diretoria de Combate à Corrupção e o Crime Organizado (Dracco) do Tocantins realizaram 62 prisões e apreenderam mais de 136 kg de substâncias entorpecentes, 22 armas de fogo, nove veículos e quase R$ 50 mil em espécie.

Palmas

Com o objetivo de trazer mais paz e tranquilidade à população de Palmas, a SSP/TO tem se unido às demais forças de segurança por meio do Gabinete de Gestão Integrada e desenvolvido as operações Todos pela Vida – Palmas Segura e Tolerância Zero.

Essas ações intensificaram abordagens e prisões especialmente na região sul de Palmas e por meio de ações da 1ª Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (1ª DHPP – Palmas), até o dia 7 de julho, foram relatados 53 inquéritos policiais, sendo 38 com autoria definida, resultando em 43 indiciamentos. Sobre esses homicídios, foram instaurados 75 inquéritos e efetuadas 45 prisões.

Tecnologia e prevenção a crimes

Outros destaques da Segurança Pública levam em conta a utilização de ferramentas tecnológicas para prevenir crimes e fortalecer o diálogo com a comunidade. Exemplos são os aplicativos Salve MulherFale com a Ouvidoria, Escola Segura e o Canal Direto com a DHPP para recebimento de denúncias.

Salve Mulher tem fortalecido o combate à violência contra a mulher, evitando que elas tenham que se deslocar até a delegacia para receber atendimento imediato e agilizando pedidos de medida protetiva.

Fale com a Ouvidoria permite que o cidadão faça denúncias, reclamações, elogios e sugestões. E em casos de homicídio ou tentativa de homicídio ocorridos em Palmas, a população pode passar informações por meio do WhatsApp (63) 98131-8454, sendo garantido absoluto sigilo.

Escola Segura é direcionado para a comunidade escolar, sendo possível fazer denúncias em casos de emergência e também relatar situações que preocupam a unidade escolar, no sentido de prevenir futuras situações. Essas denúncias serão direcionadas a um plantão permanente e atendidas em tempo real, com o acionamento imediato das equipes policiais.

Ainda com foco na segurança nas escolas, a Segurança Pública e a Secretaria de Estado da Educação estão trabalhando na criação de um ambiente tecnológico capaz de compartilhar informações cadastrais entre as instituições.

Para modernizar e dar mais celeridade ao trabalho investigativo, foi implantado o projeto Delegacia Digital, inicialmente adotado pela 2ª Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (2ª DHPP) de Araguaína. A ideia é estabelecer uma delegacia totalmente digital com a extinção de inquéritos físicos.

Investimentos e valorização

A valorização da atuação profissional foi bastante destacada neste primeiro semestre com a entrega de medalhas condecorativas de bravura e mérito policial a 36 policiais civis que contribuíram para a construção e o fortalecimento da instituição.

Além disso, sabendo que é fundamental oferecer treinamento regular e adequado aos agentes de segurança, teve início mais uma edição do Integra PC. O programa, que oferece aperfeiçoamento intelectual e operacional, deve capacitar cerca de 250 policiais civis. Desses, 60 já foram capacitados, em Gurupi, no último mês de junho. A Escola Superior de Polícia (Espol) também oferece regularmente cursos que aprimoram as habilidades dos agentes, a exemplo do Curso de Investigação de Homicídios.

“O treinamento contínuo ajuda a atualizar os conhecimentos e garantir que os profissionais estejam preparados para lidar com os desafios do ambiente em que atuam. Não podemos deixar isso de lado e, neste segundo semestre, vamos continuar aprimorando as habilidades de nossos agentes de segurança”, afirma o delegado-geral da Polícia Civil, Claudemir Luiz Ferreira.

Ainda no eixo da valorização, a SSP/TO tem desenvolvido ações que visam ao cuidado com a saúde física e psicossocial dos profissionais.

Participação da comunidade – Consegs 

A Segurança Pública também vem investindo em iniciativas que estreitam a relação entre polícia e população. Por meio da Polícia Comunitária, estão sendo implantados Conselhos Comunitários de Segurança (Consegs) em várias cidades do Estado. Na região do Bico do Papagaio, dez já estão em funcionamento. Luzimangues, Taquaruçu e o Jardim Aureny IV, em Palmas, também já contam com conselhos promovendo a participação cidadã na segurança.

Investimentos em infraestrutura

Neste ano, a Segurança Pública já recebeu equipamentos do Governo do Estado, que têm contribuído para o fortalecimento das ações. Foram entregues mais de 390 computadores, sendo 285 para a Polícia Civil, 15 para as Delegacias de Atendimento a Vulneráveis do Estado e 7 para a Polícia Científica.

Já em Brasília (DF), local em que o secretário Wlademir Mota e sua equipe têm agenda constante, o gestor recebeu seis viaturas, três para as Delegacias Especializadas em Atendimento à Mulher.

Em Palmas, durante visita do ministro da Justiça, Flávio Dino, a SSP-TO foi contemplada com outros oito veículos.

Cidade da Polícia

Mais uma grande ação que ocorreu neste semestre trata-se da destinação, pelo governador Wanderlei Barbosa, de área de mais de 120 mil m² para a construção do Complexo Cidade da Polícia, localizado na região sul da capital Palmas.

Em Gurupi, a PC-TO também vai contar com prédio próprio, já que foi aprovado o Projeto de Lei que doa dois lotes de 900 m², que serão destinados à construção do futuro prédio da Cidade da Polícia Civil de Gurupi.

Evento de lançamento do aplicativo Salve Mulher; ferramenta tem fortalecido o combate à violência contra a mulher – Luiz de Castro/Governo do Tocantins

Grandes operações da Polícia Civil têm desarticulado as organizações criminosas no Tocantins – Luiz de Castro/Governo do Tocantins

Secretário Wlademir recebeu veículos do Governo Federal e tem mantido agenda constante em Brasília – Adilvan Nogueira/Governo do Tocantins

Operação Gotham City prendeu faccionado suspeito de ser um dos principais articuladores de homicídios na Capital – Luiz de Castro/Governo do Tocantins

Polícia Civil tem trabalhado de forma integrada com demais forças de segurança nas operações Todos pela Vida – Palmas Segura e Tolerância Zero – Luiz de Castro/Governo do Tocantins

SSP/TO realiza treinamento regular e adequado aos agentes de segurança – Luiz de Castro/Governo do Tocantins

Como valorização foram entregues medalhas condecorativas de bravura e mérito policial a 36 policiais civis – Luiz de Castro/Governo do Tocantins
WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anuncie aqui, clique aqui para entrar em contato.

Veja também

Porto Mídia - PodCast

Publicidade

webbanner-IPTU2024_PortoNacional_-300-x-300-pix
doe-sangue-salve-vidas-696x457
WhatsApp Image 2024-02-27 at 08.29.48
ba92e667-1bff-4238-b3e6-567f74f9dc2d
Brasao_Prefeitura_PNG

Anuncie aqui,
clique aqui para entrar em contato.

Já conhece nosso podcast?