Mulher é vítima de violência doméstica e polícia apreende arma de fogo em Nova Pinheiropolis

Neste último domingo (11) , a Polícia Militar foi acionada para responder a uma denúncia de violência doméstica no distrito de Nova Pinheiropolis. No local, os policiais encontraram uma mulher na residência de sua mãe, que relatou ter sido vítima de agressões por parte de seu esposo.

De acordo com o relato da mulher, ela estava na igreja Evangélica Pentecostal e, ao finalizar o culto, dirigiu-se à casa de sua mãe antes de retornar para sua própria residência. Ao chegar em casa, notou que seu esposo, que estava embriagado, manifestou ciúmes e começou a questioná-la sobre o horário de sua chegada, já que o culto havia terminado há algum tempo. Após explicar a situação, o homem não ficou satisfeito e passou a agredi-la com socos e puxões de cabelo, resultando em sua queda e uma torção no tornozelo direito. Em seguida, o agressor pegou uma faca, o que deixou a mulher amedrontada, levando-a a buscar ajuda de familiares.

Durante o depoimento, a vítima também revelou que, em uma ocasião anterior, o homem havia apontado uma arma longa com uma luz vermelha para ela. Com base nessa informação, a guarnição deslocou-se até a residência do casal, onde encontraram o homem, que não ofereceu resistência à abordagem policial. Com a permissão da mulher, foi realizada uma busca no local em busca da arma mencionada, que foi encontrada desmontada dentro de uma mochila, escondida atrás da máquina de lavar roupa. Tratava-se de uma carabina CBC, modelo Jade New, que havia sido adaptada artesanalmente para o calibre 22 mm. A arma estava equipada com uma luneta e um RedDot (mira laser). Além disso, foram encontradas sete munições calibre 22 intactas e quatro cápsulas deflagradas.

Posteriormente, o agressor foi conduzido à delegacia, juntamente com a arma e os objetos apreendidos. o homem foi autuado em flagrante pelos crimes de violência doméstica e posse irregular de arma de fogo. Quanto à senhora, devido à sua gravidez e à necessidade de acompanhamento médico, foi conduzida ao Hospital e Maternidade Tia Dedé, onde recebeu os cuidados necessários. A Polícia Militar reafirmou seu compromisso em combater a violência doméstica e garantir a segurança e proteção das vítimas.

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anuncie aqui, clique aqui para entrar em contato.

Veja também

Porto Mídia - PodCast

Publicidade

webbanner-IPTU2024_PortoNacional_-300-x-300-pix
doe-sangue-salve-vidas-696x457
ba92e667-1bff-4238-b3e6-567f74f9dc2d
Brasao_Prefeitura_PNG

Anuncie aqui,
clique aqui para entrar em contato.

Já conhece nosso podcast?