Polícia Militar e os 35 anos do Tocantins: histórias de lutas e avanços

O Tocantins está completando seus 35 anos e a PMTO possui 34 anos. Mesmo com meses de diferença, a história de lutas e conquistas da instituição militar está ligada com o avanço do estado mais novo do Brasil.

Fran Alcântara/Governo do Tocantins

No dia 5 de outubro de 1988, pelo artigo 13 do Ato das Disposições Constitucionais Transitórias da Constituição, nascia o Estado do Tocantins. No dia 1º de janeiro de 1989, o então Governador do Tocantins, José Wilson Siqueira Campos, inseriu a Polícia Militar no organograma geral, por meio da Medida Provisória nº 001, que definia a estrutura organizacional básica do Poder Executivo do Estado.

Criação do Tocantins e PMTO

Não tem como falar da história da PMTO e não citar a criação do Tocantins. Ambas as histórias andam juntas. O Estado cresceu nestes 35 anos e a Polícia Militar também. A PMTO possui a sua história de desafios e conquistas, evolução que vem acontecendo ano após ano.

O Tocantins foi criado em 1988, mas a luta pela criação já durava anos. Desde o império já se falava na separação do norte goiano para criação da Província da Boa Vista do Tocantins. A capital seria uma vila em Boa Vista, a atual Tocantinópolis. Porém, a constituição de 1988 foi que consagrou o desmembramento do estado de Goiás, criando assim o Tocantins. 

A  PMTO foi inserida no organograma geral do mais novo estado com um efetivo de 1.137 policiais, vindos do Estado de Goiás, que atuavam nesta região e decidiram ficar no novo Estado. No dia 09 de novembro de 1989, a mais nova instituição formou 122 policiais militares, um marco para sua primeira turma.

35 anos de história

Parece pouco, mas em todos esses 35 anos, a Polícia Militar possui muita história de superação e conquistas. No início, a instituição era composta por policiais do Estado de Goiás, que decidiram ficar no Tocantins. Os policiais militares pioneiros passaram por muitas dificuldades, algo que era previsto, já que a PMTO estava surgindo juntamente com o mais novo Estado do Brasil.

A primeira sede do Quartel do Comando Geral (QGC), em 1989, foi instalada na cidade de Miracema do Tocantins. Hoje, o prédio do QCG fica na Capital Palmas, onde sua grande estrutura foi inaugurada no dia 21 de abril do ano de 2002.

O avanço é nítido.  No início deste ano de 2023, 958 novos soldados ingressaram na PMTO. Esses novos policiais jamais passarão pelas mesmas dificuldades que os mais antigos policiais passaram. Mas certamente entendem que por mais diferentes que sejam as realidades, a missão da PMTO sempre foi a mesma: preservar a ordem pública no território tocantinense.

Primeiro Comando 

Entre os mais de mil policiais que permaneceram no Tocantins, em 1989, estava o Coronel PM Francisco Osvaldo Mendes Mota. O primeiro Comandante-Geral da PM do Tocantins.

O Coronel Francisco Mota possui o número do registro militar 01 na Polícia Militar do Tocantins e atualmente está na reserva.  Na época, ele esteve no comando da PM entre 1º de janeiro a 04 de julho do ano de 1989. Foram meses intensos à frente da Polícia Militar. As dificuldades eram muitas, como o uniforme, que segundo o Coronel, não tinha. Eles usavam as roupas pessoais mesmo. A primeira sede, na cidade de Miracema do Tocantins, era precária, não tinha viaturas para todos. Esses e outros desafios precisavam ser superados.

O Tocantins era recém-criado, então dificilmente a PMTO teria uma estrutura completa e todos os 1.137 policiais militares da época sabiam disso. Eles foram guerreiros. A luta era constante, tudo em prol de um único objetivo: mostrar para os moradores do Tocantins que a segurança pública era digna de confiança.

De lá para cá, houve um aumento de 60 municípios tocantinenses. Na época de sua criação, o Tocantins só tinha 79 municípios e atualmente já são 139. Em consequência, a PM também cresceu em recursos humanos e logístico.

O Coronel Francisco Mota sempre soube que a PMTO seria o que é hoje: uma instituição com estrutura completa e com policiais altamente capacitados. “Hoje, a Polícia Militar do Tocantins é respeitada e admirada. Isto é o fruto do que foi plantado ao longo de todos esses anos”, diz o Coronel.

Nova geração na corporação

Com uma estrutura organizacional surpreendente, a PMTO também possui policiais militares bem capacitados, que estão sempre em busca de aperfeiçoamento profissional. É o caso do Soldado Carlos Eduardo Ferreira da Silva, de 32 anos, natural da cidade de Porto Nacional-TO.

O Soldado Eduardo está lotado no 1º Batalhão da PM, em Palmas. Ele ingressou na PMTO no último concurso de praças. Sua formatura aconteceu neste ano de 2023. Para o Soldado, estar entre os policiais que compõem a instituição é gratificante. “É motivo de muito orgulho pertencer à gloriosa Polícia Militar do Tocantins, servir e proteger a sociedade tocantinense”, relata o Soldado.

O Tocantins oferece segurança à população, promovida pelo brilhante trabalho que os policiais desempenham na PMTO. “A tranquilidade que o nosso estado dispõe para se viver está diretamente ligada ao brilhante trabalho de homens e mulheres, aguerridos e abnegados, para garantir a segurança e manter a paz social”, declara o Soldado Eduardo.

Um único foco

Tanto o Soldado Eduardo, formado em 2023, quanto o Coronel Francisco Mota, que ingressou como Comandante em 1989, têm histórias para contar sobre a Polícia Militar do Tocantins. Os dois bravos homens ingressaram na corporação em épocas bem diferentes. Hoje o Soldado já utiliza viaturas e uniformes modernos, dispõe de armamento de última geração.

Hoje a PMTO é um modelo de Polícia para todo o Brasil. Isso deve-se ao começo de tudo, lá no dia 1º de janeiro de 1989, quando os 1.137 policiais militares decidiram ficar no Tocantins e passar por todas as dificuldades que eram previstas. Eles foram os pioneiros das vitórias e também das lutas, para que a PMTO fosse o que é hoje: o modelo de corporação que trabalha com o foco em manter a segurança e a paz em todos os 139 municípios do mais novo Estado do Brasil.

O Coronel Francisco Mota, o primeiro Comandante-Geral, teve que trabalhar com o que tinha disponível na instituição na época, o que não era muito. Ele trabalhou e estimulou os seus companheiros policiais, incentivando-os. Agora, fica só o orgulho de não ter desistido e o desejo de mais prosperidade à PMTO e ao Tocantins. “Eu desejo que Deus continue nos protegendo e abençoando a todos que estão trabalhando em prol da sociedade tocantinense,” diz o Coronel.

Para o Soldado Eduardo, investido na mesma missão de servir e proteger os tocantinenses, é um grande privilégio estar no Tocantins, vendo-o crescer e ainda servi-lo, trabalhando para manter a tranquilidade que o Tocantinense merece. “Como policial militar tocantinense, desejo que o nosso estado continue trilhando rumo ao progresso, sendo esse lugar maravilhoso para se viver. Após passar alguns anos em outro estado, sinto-me feliz e realizado por poder voltar e comemorar, aqui, onde nasci e cresci, os 35 anos do nosso amado Tocantins,” relata o Soldado Eduardo.

Parabéns, pelos seus 35 anos de História, Tocantins!

O Tocantins vive o seu melhor momento e consequentemente a PMTO também. São estruturas completas para atender a população, cursos de capacitação, novos soldados, operações bem sucedidas. Tudo muito diferente de 35 anos atrás e com certeza, tudo muito diferente do que será nos próximos anos, nos quais teremos mais avanços. Tanto a PMTO quanto o Tocantins têm ainda o que crescer, sempre mantendo o foco: Zelar pela segurança da população tocantinense.

Parabéns Tocantins, pelos seus 35 anos de história!

 

Primeira sede do QCG em Palmas-TO em 1990. – Ascom PMTO. file_download

Atual sede do QCG em Palmas. – Ascom PMTO file_download

Viatura antiga da PMTO. – Ascom PMTO file_download

Modelo atual de viatura da PMTO. – Ascom PMTO. file_download

Coronel Mota foi o primeiro Comandante-geral da PMTO. – Ascom PMTO. file_download

Imagem da época em que Coronel Mota estava na ativa. – Arquivo pessoal file_download

Coronel Mota possui o primeiro número de Registro da PMTO. – Arquivo pessoal. file_download

Coronel PM Mota (primeiro comandante) ao lado do coronel PM Barbosa (atual comandante). – Ascom PMTO file_download

Soldado Eduardo é lotado no 1 Batalhão da PM e integra a equipe de Força Tática da Unidade. – Ascom PMTO. file_download
WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anuncie aqui, clique aqui para entrar em contato.

Veja também

Porto Mídia - PodCast

Publicidade

webbanner-IPTU2024_PortoNacional_-300-x-300-pix
doe-sangue-salve-vidas-696x457
ba92e667-1bff-4238-b3e6-567f74f9dc2d
Brasao_Prefeitura_PNG

Anuncie aqui,
clique aqui para entrar em contato.

Já conhece nosso podcast?